(11) 4746-2770 / 4748-2770

Cirurgião-dentista

Confira detalhes sobre as áreas da Odontologia em que atuamos.

Periodontia

É uma especialidade odontológica responsável pela prevenção e pelo tratamento das doenças que acometem os tecidos de sustentação e proteção dos dentes (tratamento da gengiva e do osso).

O tártaro é uma formação do depósito de placas bacterianas que reagem quimicamente com fosfato de cálcio da saliva, originando uma camada endurecida sobre os dentes. Deve ser removida pelo dentista e pode ser prevenido pela escovação e uso do fio dental.

A periodontite é a inflamação que atinge os tecidos periodontais, provocando a destruição destes e do osso alveolar, responsável pela fixação do dente. Com sua evolução, há o amolecimento do dente por causa da perda óssea, ocasionando a perda do dente (provocada pela presença do tártaro).

A gengivite é uma inflamação dos tecidos gengivais que circundam o dente. Geralmente é precedida pela placa bacteriana no sulco gengival.

A falta de higiene adequada também pode comprometer a saúde da gengiva. Um dos primeiros sintomas de que ela está com algum problema é a presença de inchaços, cor avermelhada e sangramento durante a escovação. Esses são sinais de gengivite, ou seja, inflamação nessa região. “A gengiva é tão importante quanto o dente; para mantê-la saudável, é fundamental, após a escovação, passar o fio dental corretamente entre as curvas dos dentes”.

Se a gengivite não for tratada, a infecção pode se “espalhar” e comprometer a estrutura que sustenta os dentes. A gengiva começa a se soltar e a se retrair dos dentes (esta fase é chamada de periodontite). Isso permite que a placa bacteriana se mova em direção às raízes, às fibras de sustentação e ao osso. Para evitar mais problemas no futuro, além da higiene bucal, o ideal é visitar o dentista de seis em seis meses. As doenças periodontais são diagnosticadas pelo cirurgião-dentista.

A placa bacteriana, com o tempo, poderá se mineralizar formando o tártaro ou cálculo gengival. Juntos, a placa e o tártaro deslocam as gengivas através da destruição das fibras que prendem o dente à gengiva. Se essa alteração não for tratada, a estrutura óssea que sustenta o dente poderá se comprometer e, em longo prazo, poderá ocorrer a perda do elemento dental. Esse abalo na estrutura óssea é denominado Periodontite (doença periodontal).

O que é doença periodontal?

É uma infecção, causada por bactérias, que afeta os tecidos que rodeiam os dentes; caracteriza-se pela formação de um espaço indesejável entre a gengiva e o dente, chamado de bolsa periodontal, a qual favorece o acúmulo de resíduos alimentares e bactérias. A doença periodontal é a principal causadora da perda de dentes em adultos.

Implantodontia

O que são implantes dentários?

São suportes ou estruturas de metal (normalmente de titânio) posicionadas cirurgicamente no osso maxilar abaixo da gengiva para substituir as raízes dentárias. Uma vez colocados, permitem ao dentista montar dentes substitutos sobre eles.

Como funcionam os implantes dentários?

Por serem integrados ao osso, os implantes oferecem um suporte estável para os dentes artificiais. Próteses parciais e totais montadas sobre implantes não escorregarão nem mudarão de posição na boca, um grande benefício durante a alimentação e a fala. Essa modalidade de prótese é chamada “prótese sobre implante” e confere ao paciente mais segurança em todas as funções bucais, proporcionando uma situação mais natural do que pontes ou dentaduras convencionais.

Para algumas pessoas, as próteses e dentaduras comuns são simplesmente desconfortáveis ou até inviáveis, por causa dos pontos doloridos ou pela falta de adaptação a esses aparelhos. Além disso, as pontes comuns devem ser ligadas aos dentes em ambos os lados do espaço deixado pelo dente ausente. Com a colocação de implantes, não é necessário preparar ou desgastar um dente natural para apoiar os novos dentes substitutos no lugar, como é feito em pontes fixas convencionais.

Para receber um implante, é preciso que você tenha gengivas saudáveis e ossos adequados para sustentá-lo. Você também deve comprometer-se a manter estas estruturas saudáveis. Uma higiene bucal meticulosa e visitas regulares ao dentista são essenciais para o sucesso em longo prazo de seus implantes.

Os implantes são, em geral, mais caros que outros métodos de substituição de dentes, e a maioria dos convênios não cobre seus custos.

Consulte-nos!

Avalie nossa empresa no GuiaMais.com